quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Kelenken

Créditos: National Geographic.
Nome: Kelenken.
Época: Mioceno.
Local: América do Sul.

 O kelenken foi uma grande ave não voadora que habitou a região da atual Argentina há aproximadamente 15 milhões de anos atrás, durante o período Mioceno. Seus primeiros fósseis foram descobertos em 1999 a 100 metros da estação de trem de Comallo, uma pequena vila na Província de Río Negro, no nordeste da Patagônia Argentina. Eles foram encontrados pelo estudante Guillermo Oscar Aguirre Zabala e um amigo, que levaram sua descoberta até o museu paleontológico de San Carlos de Bariloche, onde ficou praticamente esquecido até ser formalmente descrito em 2007 por Luis María Chiappe, Sara Bertelli e Claudia Tambussi. O animal recebeu o nome de Kelenken guillermoi, sendo seu nome específico em homenagem ao seu descobridor e seu nome genérico faz alusão ao Kelénken, um espírito da mitologia do povo Tehuelche, povo que habita a Patagônia.

 O primeiro fóssil descoberto se tratava de um crânio quase completo de 71.6 cm de comprimento. Mais tarde, um tarsometatarsus (osso encontrado somente em dinossauros e aves que consiste na fusão dos ossos do tornozelo e dos pés) foi encontrado em um local próximo. O tamanho desse osso indica que o kelenken era uma animal extremamente rápido e ágil, mais do que qualquer outra ave do terror, o que era uma de suas vantagens como predador.

 O kelenken foi a maior ave do terror já descoberta. Tinha 2.70 metros de altura, mais de 3 metros de comprimento e poderia pesar até 250 kg. Era o maior predador da América do Sul durante sua época, com pouca ou nenhuma concorrência. A maioria dos animais sul americanos há 15 milhões de anos estavam no cardápio dessa ave.

 Seu bico era uma arma letal. Grande e com uma ponta afiada em formato de gancho, é provável que fosse usado como uma picareta, acertando as vítimas com golpes rápidos e mortais. Se a presa fosse pequena o suficiente, o kelenken poderia segurá-la com o bico e sacudi-la violentamente para quebrar seus ossos. Além do bico, as garras dos pés do kelenken deveriam ser bastante afiadas; e poderiam ser usadas para defesa e para a caça.


Na cultura popular:

  • O kelenken aparece nos jogos Jurassic Park Builder e Jurassic World: The Game.


Galeria:

Dupla de kelenkens observa um grupo de astrapotérios próximos a um rio. O kelenken era o maior predador de sua época e região; e a maioria dos animais estava em seu cardápio. "Kelenken guillemoi - WIP" por Fabrizio de Rossi (DeviantArt).

O kelenken foi a maior das "aves do terror", como também são conhecidas as aves membros da família phorusrhacidae. Esse animal poderia medir mais de 2.7 metros de altura, mais de 3 metros de comprimento e pesar até 250 kg. "Diatryma and Kelenken" por Willem van der Merwe (DeviantArt).


Classificação Científica:

Reino: Animalia.
Filo: Chordata.
Classe: Aves.
Ordem: Cariamiformes.
Família:  Phorusrhacidae.
Subfamília:  Phorusrhacinae.
Gênero:  Kelenken.
Espécies:  Kelenken guillermoi.



Fontes:
1. Wikipedia
2. Prehistoric Wildlife
3. Prehistoric Fauna
4. Mundo Pré-Histórico
5. Documentário Predadores Pré-Históricos - Aves do Terror; NatGeo Wild.

Nenhum comentário:

Postar um comentário