sexta-feira, 15 de junho de 2018

Lobo Terrível

Nome: Lobo Terrível; Lobo Gigante; Lobo Pré-Histórico.
Época: Pleistoceno e Holoceno.
Local: América.

 O Canis dirus ("Cão temível"), também chamado de lobo terrível ou lobo gigante, foi provavelmente o maior canídeo que já viveu. Seus primeiros fósseis foram descobertos em 1854 às margens do Rio Ohio, perto de Evansville, em Indiana, EUA. Até os anos de 1984, diversos fósseis foram descobertos por toda a América, desde o Canadá até o Peru. Porém, seus melhores fósseis proveem dos Estados Unidos, enquanto as descobertas na América do Sul ainda são contestadas. A maior parte de seus fósseis conhecidos foram encontrados nos poços de piche de La Brea Tar Pits, em Los Angeles, EUA, onde esses animais provavelmente ficaram presos antes de morrer de fome ou sufocamento.


 Apesar de estar relacionado com lobos cinzentos, o Canis dirus não foi um antepassado direto deles. Apesar disso, ambos eram bastante semelhantes em sua fisionomia, mas com o C. dirus sendo um pouco maior. Na verdade, a diferença de tamanho entre os dois era muito pequena, com ambos os animais variando entre 1,80 m de comprimento e 97 centímetros de altura. Porém, o C. dirus tinha patas menores e a cabeça maior, além de ser mais robusto e pesado que seu parente contemporâneo, podendo pesar até 80 kg. 

 Caçava em alcatéias e assim poderia derrubar presas muito maiores que si. Algumas de suas presas conhecidas incluíam cavalos, preguiças gigantes, pequenos mastodontes, bisões e camelos. Essa espécie possui duas subespécies conhecidas, além de várias outros sinônimos duvidosos. Viviam em ambientes diversos: campos, planícies, montanhas com florestas e savanas áridas. 

O lobo terrível viveu entre o final do Pleistoceno (há 125.000 anos) e o início do Holoceno (há 9.440 anos). As causas da sua extinção são desconhecidas, mas acredita-se que as mudanças climáticas, extinção das suas presas, ação humana e competição com outros predadores tenham o levado a espécie a desaparecer do planeta.


Na Cultura Popular: 

  • Os lobos gigantes são criaturas populares em mundos de RPG e fantasia, como por exemplo  em Dungeons & Dragons onde também são conhecidos como lobos atrozes. Os animais voltaram a ganhar notoriedade quando aparecerem na série de livros de fantasia As Crônicas de Gelo e Fogo, de G.R.R Martin, e, consequentemente, na sua adaptação televisiva: Game of Thrones. Porém, em todas essas obras os animais aparecem com seu tamanho muito exagerado, uma liberdade poética dos autores.
  • Nos videogames, esse animal aparece em Ark: Survival Evolved, também com seu tamanho exagerado.

Galeria:


O lobo terrível foi um predador bastante presente nas Américas. Suas presas
incluíam cavalos, preguiças gigantes, mastodontes, camelos, bisões, entre outros
animais. Porém, ele era obrigado a competir contra outros predadores maiores, 
como o smilodon.




















Apesar de relacionado aos lobos cinzentos, o C. dirus não era um ancestral
direto deles. Porém, ambos compartilhavam características semelhantes.



















Classificação Científica:


Reino: Animalia.
Filo: Chordata.
Classe: Mammalia.
Ordem: Carnivora.
Família: Canidae.
Gênero:  Canis.
Espécies:  Canis dirus.
Subespécies:  Canis dirus dirus; C. dirus guildayi.


Fontes:
Wikipédia
Prehistoric Wildlife

Nenhum comentário:

Postar um comentário