terça-feira, 19 de maio de 2015

Uberabatitan

Nome: Uberabatitan ( Titã de Uberaba )
Nome Científico: Uberabatitan Ribeiroi
Época: Cretáceo
Local: Brasil

 O uberabatitan foi descoberta na cidade de Uberaba, Minas Gerais, pelo paleontólogo e geólogo Luiz Carlos Ribeiro. Os primeiros 3 fósseis deste animal foram encontrados durante obras na duplicação da BR-050, que liga Brasília a Santos. O trabalho de retirada de fósseis durou até 2006 e quase 300 toneladas de rocha foram retiradas do local. A descrição do animal coube a Ismar de Souza Carvalho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro ( UFRJ ), e a Leonardo Salgado, da Universidade de Comahue ( Argentina ).
 Até hoje, a descoberta do U. Ribeiroi é tida como uma das mais importantes da paleontologia brasileira, já que se trata do maior dinossauro brasileiro já descoberto. O crânio, porém, nunca foi encontrado, sendo assim, ele foi baseado no do seu parente mais próximo: o titanossauro.

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Cientistas descobrem mais antigo ancestral das aves modernas


 Cientistas chineses liderados por Min Wang, do Laboratório de Evolução de Vertebrados e Origens Humanas da Academia Chinesa de Ciências, encontraram dois fósseis quase completos, e bem preservados, de uma nova ave pré-histórica nomeada de Archaeornithura Meemanne, nome em homenagem à Meemann Chang, devido a seus estudos com aves primitivas.

O Archaeornithura Meemanne é o mais antigo ancestral das aves modernas já
descoberto.
 O A. Meemanne  não é o ancestral mais antigo das aves, este seria o archeopteryx. Porém, ele é o mais antigo ancestral da aves modernas, já que possuía todas as características das aves de hoje em dia. Graças a excelente preservação de seus fósseis, inclusive penas, Min Wang e sua equipe descobriram que o animal tinha um penacho na cabeça que, provavelmente, era usado para impressionar um animal do sexo oposto. Tinha o tamanho de um pardal e viveu a 130 milhões de anos atrás.


Fonte: Estadão