sábado, 25 de abril de 2015

Therizinossauro

Nome: Therizinossauro ( Lagarto foice )
Nome Científico: Therizinosaurus Cheloniformis
Época: Cretáceo
Local: Ásia

 Os fósseis de therizinossauro que foram descobertos estão todos incompletos, sendo que sua aparência teve que ser feita a partir de outros dinossauros de sua família, os therizinosaurídeos. Seus primeiros fósseis foram encontrados na Formação Nemeget no sudoeste da Mongólia em 1954. A expedição que os encontrou era liderada por Evgeny Maleev, um paleontólogo russo, que também foi responsável por descrever e nomear a criatura.
 Os primeiros ossos encontrados foram suas garras, que Maleev achava, inicialmente, pertencer à pata de uma tartaruga marinha. Apenas em 1970 Anatoly Konstatinovich Rozhdestvensky determinou que a criatura era, na verdade, um dinossauro terópode. Até hoje são raros os achados dessa espécie, sendo que encontramos apenas as garras, braços, pernas e algumas costelas.



Fóssil das garras de Therizinosaurus Cheloniformis.

 O therizinossauro foi um dinossauro terópode ( grupo de dinossauros carnívoros "pés de ave" ) mas, diferente dos outros membros de seu grupo, ele era onívoro, alimentando-se principalmente de plantas e pequenos animais. Vivia em regiões semi-áridas e florestas abertas com fartura de alimento.
 Suas garras eram enormes e com o formato de "foice", sendo que a maior de todas podia chegar a 1 metro de comprimento e as outras duas, 70 centímetros cada. Seus braços também eram compridos, podendo chegar até 3,5 metros de comprimento. Não sabe-se ao certo para o que suas garras eram usadas, porém, a teoria mais aceita é que além de servirem para a defesa pessoal elas também fossem usadas para segurar e puxar galhos de árvores mais altas.

Grupo de Therizinosaurus defende-se de predadores.

 Era um animal grande, medindo até 10 metros de comprimento e 6 metros de altura, podendo pesar até 4 toneladas. Sua cabeça era pequena e ficava no topo de um pescoço comprido, o que dava uma boa área de visão e permitia alcançar a copa das altas árvores. Suas pernas eram curtas em relação ao corpo, o que significava que não era um animal rápido, e nem precisava, já que suas garras eram uma excelente defesa. Como maioria dos terópodes, era provável que o therizinossauro tivesse penas.

Galeria ( Clique nas imagens para ampliar ):


  


 


Fontes:
1. Documentário Walking With Dinosaurs: The Giant Claw; BBC.
2. Site Prehistoric Wildlife.
3. Site Atlas Virtual da Pré-História.
4. Enciclopédia dos Dinossauros e da Vida Pré-Histórica; Dorling Kindersley.

Nenhum comentário:

Postar um comentário