sábado, 7 de março de 2015

Análise - Jurassic Park: The Game

Desenvolvedora: Telltale Games
Distribuidora: Telltale Games
Data de Lançamento: 15/11/2011
Gênero: Point and Click
Plataformas: PC, Playstation 3, Xbox 360 e iOS

 Jurassic Park: The Game é um jogo que se passa durante o primeiro filme da série, acompanhando o ponto de vista de outros sobreviventes.



 O jogo se passa durante o primeiro filme da série. onde acompanhamos o incidente do Jurassic Park pelos olhos de outros sobreviventes em outras regiões do parque. Nele nós acompanhamos 4 protagonistas: Gerry Harding ( o veterinário chefe do parque ), Jessica "Jess" Harding ( filha de Gerry ), Nima Cruz ( o "Plano B" de Dodgson caso Nedry falhasse em roubar os embriões ), e Billy Yoder ( o líder da equipe de resgate mercenária enviada pela InGen ). Claro que existem muitos outros personagens que são de extrema importância para a história. 
 Para quem não conhece a história do filme: John Hammond é um empresário e criador da InGen que criou um parque com dinossauros em uma ilha. Ele convida um pequeno grupo de cientistas para passar um fim de semana no parque, porém, Dennis Nedry, um empregado infiltrado no parque pertencente a uma empresa rival da InGen, é enviado para roubar embriões de dinossauros do parque. Para isso ele desliga toda a energia do parque e todos que lá estavam devem sobreviver aos dinossauros que agora estão soltos.

T-rex e tricerátopo se enfrentam. 

 Durante o game nós vamos passar por várias regiões do filme, como o centro de visitantes, e outras criadas para o jogo, como o aquário do mosassauro. O único personagem do filme que aparece é Gerry Harding, um dos protagonistas, mas com uma aparência totalmente diferente da do filme. De acordo com a Telltale Games, a sua aparência mudou para combinar com sua personalidade. Falando em personalidade, vale dizer que os personagens são extremamente carismáticos, mostrando defeitos e qualidades, além de construírem-se muito bem durante toda a campanha. 

Da esquerda para a direita: Nima, Gerry e Jess lutam pela
sobrevivência no Jurassic Park.
 A maneira com a qual a história se desenvolve é emocionante e suas reviravoltas são sempre inesperadas. Apesar desse tipo de jogo ser conhecido por suas escolhas que alteram a história, as únicas escolhas que você pode fazer em Jurassic Park: The Game é no final do último dos quatro capítulos, que vai dizer como como o jogo termina. Para quem não sabe, o estilo Point and Click é um estilo de jogo onde você deve apertar botões no momento certo para realizar uma ação.

Não se movam, se não ela irá vê-los! Da esquerda para a direita: Gerry, Jess,
Billy e Nima.
 Os gráficos do jogo eram bons, para a época, mas nada de especial. A dublagem também é muito bem feita, combinando com os personagens. A trilha sonora também é excelente, trazendo músicas do filme e outras compostas para o game. O game traz dinossauros do filme e outros que aparecem apenas no jogo, como o mosassauro e o herrerassauro. Também existe um dinossauro misterioso, mais perigoso que os raptores, e que vai dar bastante dor de cabeça para os protagonistas. Não vou dizer qual é para não estragar a surpresa. A dificuldade do jogo é média e depende bastante dos seus reflexos para apertar os botões na hora certa.

Mosassauro: a água não é mais um lugar seguro.
 Jurassic Park: The Game é um excelente jogo, apesar de seu gênero não ser meu favorito. Sua história é muito boa e tem personagens carismáticos que fazem você se importar com ela. A Telltale Games sabe como fazer bons jogos, e Jurassic Park: The Game é um exemplo disso.


Nenhum comentário:

Postar um comentário